Como eu devo estar

A maioria das atividades desenvolvidas pelo Projeto Litoral Nota CEM envolvem caminhadas. O terreno e as distâncias variam conforme o local visitado, podendo-se caminhar por praias, trilhas no meio na mata e costões rochosos. Portanto, essas atividades exigem do participante um certo preparo físico para suportar percorrer as longas distâncias e transpor os eventuais obstáculos. Além disso, o vestuário é um ítem importante, principalmente no que diz reseito ao calçado. Esse deve ser confortável e possui um solado com travas para facilitar a passagem sobre as superfícies inclinadas. Calçados com sola lisa podem ocasionar escorregões em algumas situações, além de não proteger os pés adequadamente.

Como se comportar

O comportamento de cada um dos participantes influencia diretamente na qualidade da atividade do grupo. Por isso, todos devem estar cientes de suas responsabilidades para que as atividades se desenvolvam de maneira tranquila e segura.

Clique aqui para ver alguns comportamentos desejados
Nas paradas, caso não esteja interessado no que o monitor fala, afaste-se um pouco para não atrapalhar quem está. Neste caso não se distancie muito do grupo;
Procurar andar em grupo e sempre próximo ao monitor;
Não andar fora da trilha.
Avise alguém caso saia para caminhar sozinho;
Estando perdido fique aonde está. Facilita para quem está procurando;
É proibido fazer fogueira na Ilha do Mel.
Respeitar a cultura local. As pessoas daqui apreciam muito o estado natural das coisas. Procure tornar-se parte desta natureza para sentir o que eles sentem;
Evitar os excessos com bebidas alcoólicas. O álcool diminui a capacidade física para a caminhada do dia seguinte;
Não deixar lixo pelo caminho. A região possui um problema crônico com o destino final do lixo. Retorne ao continente com as embalagens vazias que por ventura tenha utilizado;
Se possível coletar o lixo encontrado. Embora não seja você quem jogou o lixo ali, contribuirá com a limpeza do local dando um bom exemplo;
Não coletar mudas nem animais. Além de ser proibido por lei federal, contribui com o desaparecimento de um espécime da região;
Não molestar os animais. A sua presença já é o bastante para deixá-los assustados;
Não risque as estruturas das construções dos séculos passados, isso constitui-se em crime contra o ordenamento urbano e patrimônio cultural
  Lei 9.605 de 12/02/98, art. 62 a 65.
  Alteração de edificação ou local especialmente protegido por lei.
Pena: 1 a 3 anos de reclusão;
  Ato de pichar, grafitar e marcar edificações ou monumentos urbanos.
Pena: 3 meses a 1 ano de reclusão mais multa;
  Destruição, inutilização ou deterioração de bem especial protegido ou do patrimônio cultural.
pena: 1 a 3 anos de reclusão mais multa.
Nas passagens sobre pedras, evitar as superfícies úmidas, onde se escorrega facilmente. Antes de firmar o peso sobre o pé em uma rocha, “tateie”  com o pé antes, para ver se a rocha está bem fixa;
Nunca entre no mar sem antes consultar os monitores. As praias da Ilha são muito frequentadas, entretanto algumas são perigosas para quem não está acostumado com o mar;
Caso seja capturado por uma corrente de retorno, procure se manter calmo para economizar energia. A corrente sempre colocará você de volta na praia, nem que isto demore algum tempo. Por isso, avise sempre que for se banhar no mar.
**NUNCA NADE CONTRA A CORRENTE**

O que trazer

A coordenação do projeto tem observado, ao longo do tempo, a dificuldade dos participantes em prepar sua bagagem para a participar da atividade. É muito comum se trazer muito mais coisas do que se precisa para o período de uma a duas pernoites, e muitas são coisas que nao são necessárias. Ou seja, se carrega muito mais peso do preciso.

As mochilas se mostram mais indicadas do que malas (com ou sem rodinhas), bolsas ou sacolas quando se sai para uma atividade de campo (coleta ou visita de estudo). Além de ser mais fácil de manusear, as mochilas são mais confortáveis durante deslocamentos a pé, equilibrando o peso nas costas, concentrando-o na cintura e não nos ombros e nem nos braços.

Clique aqui para ver como se preparar para as atividades

Atividades com duração de um dia.

Para as atividades que não exigem pernoite, o ideal é providenciar uma mochila de ataque, de aproximdamente 20-30 litros, pois você ficará com ela durante toda a atividade. Na mochila deve constar:

Medicamentos tomados regularmente;
Capa de chuva. Imprescindível; você esta vindo para a região que mais chove no Paraná.
Uma muda de roupa extra, Guardada em um saco plástico;
Dependendo do clima, trazer um agasalho;
Cantil ou garrafa de água. Sempre carregar água. Não sinta sede - isso é sinal de que o seu corpo já está desidratado;
Máquina fotográfica;
Óculos escuros e boné; 
Protetor solar e repelente.
Se a atividade for no manguezal, vir com uma roupa só para a atividade. Por baixo, estar com roupa de banho.
Caso não haja o interesse de ficar com as roupas utilizadas nas atividades que envolvam o manguezal, é possível doá-las para comunidades carentes na região. Roupas esquecidas serão automaticamente doadas.

Versão para impressão do checklist para atividades que não envolvem pernoite

https://www.dropbox.com/s/j1u0xvvhei4c0rp/Check_list_vaigem.pdf?dl=0

Atividades com duração de mais de um dia.

Se a atividade envolver pernoite, providencie uma mochila de 50-60 L para acomodar toda a sua bagagem.

Se você ainda não tem uma mochila para viajar, está mais do que na hora de adiquirir uma. O Mercado está repleto de modelos, e você deve escolher um que "vista" em você. A maioria das mochilas modernas possui um design flexível, permitindo muitos ajustes à estatura e conformação do seu corpo. Antes de comprar uma mochila, tente prever que tamanho ela deve ter. A meta é colocar dentro dela tudo o que você precisa, sem ter que prender nada do lado de fora.

Se você não é um mochileiro experiente, escolha uma mochilas com volume entre 40-60 litros, consideradas semi-cargueiras que custam de R$ 300,00 a mais de R$ 700,00. Mochilas muito abaixo desse valor não valem a pena, pois usam material de baixa qualidade refletindo em baixa durabilidade. A pior coisa que existe é a mochila te deixar na mão durante uma viagem. Como esse é um equipamento que ficará com você por vários anos, vale a pena investir um pouco mais em algo de boa qualidade. Contudo, tome cuidado, mochilas maiores que 50 litros cabem muita carga e você deve ser capaz de transportá-la sozinho.

A quantidade de coisas que você deve trazer está realacionada ao número de dias que você ficará fora. Uma lista com tudo que você vai precisar ajuda a organizar as coisas. Veja o check list que preparamos para ajudar a providenciar apenas o necessário, somente o necessário, nada mais do que o necessário. Lembre-se de usar sempre essa regra quando estiver arrumando sua bagagem: "o menos é mais."

Na sua bagagem deve constar:

Ítens de higiene pessoal;
Medicamentos tomados regularmente;

CAPA DE CHUVA. Imprescindível. Você está vindo para a regão que mais chove no Paraná. Portanto é um equipamento fundamental em qualquer atividade. A falta deste euqipamento pode causar hiportemia e tornar a atividade em algo desagradável. Vale a pena investir em uma boa capa.

Roupa de banho;
Abrigo de moleton;
Uma muda de roupa só para a atividade. A roupa deve ser leve e de preferência de algodão;
Uma muda de roupa por dia de atividade;
Calçado para caminhada confortável e antiderrapante;
Cantil ou garrafa para água;
Óculos escuros e boné/chapéu;
Protetor solar e repelente;
Máquina fotográfica e binóculo;
Uma mohila de ataque de 20-30 L para acomodar suas coisas durante as caminhadas.

Observação:
1. A pousada da Ilha do Mel oferece apenas roupa de cama e cobertor. É necessário trazer toalha de banho.
2. Se a atividade envolver desembarque em manguezal, uma muda de roupa só para a atividade deve ser providenciada: calça e camiseta de manga cumprida e um calçado velho que fique firme no pé.
3. Os ambientes das Ilhas do litoral paranaense são rústicos e simples, e os trajes para frenquentá-los seguem a mesma linha. Sapatos de salto alto não se dão bem na areia.

Versão para impressão do check list para atividades que envolvem pernoite

Como organizar e ajustar sua mochila.

Antes de guardar as coisas na mochila, coloque em um lugar só, tudo o que você quer levar. Olhar ajuda a avaliar se sua carga é realista. Temos observado que as pessoas utilizam não mais do que 30% do que trazem. Isso quer dizer que, além de ter que providenciar uma mala maior, está carregando-se peso morto.

Separe os ítens em categorias e coloque-os em sacos plásticos. Isso ajuda a organizar as coisas além protegê-las de uma eventual chuva.

As roupas podem ser enroladas depois de dobradas. Isso economiza espaço e amassa menos as roupas.

Distribua os peso das coisas de modo que ele fique apoiado para frente sobre as costas, e não para trás e nem sobre os ombros. As boas mochilas possuem uma barrigueira que transferem cerca de 70 a 90% do peso para os quadris. Veja mais detalhes aqui

 

 

Para outras dicas sobre mochilas acessar os links abaixo:

Mochileiros

Trilhas e Rumos

Curtlo

Desenvolvido e mantido por José Claro da Fonseca Neto
© 2019 - Ano XXIII - Todos os direitos reservados